Agência de Fomento do RN quer criar cargo de diretoria ao custo anual de quase R$ 450 mil - O Poti News

Agência de Fomento do RN quer criar cargo de diretoria ao custo anual de quase R$ 450 mil

A Agência de Fomento Potiguar é presidida pela ex-deputada Márcia Maia. Foto: Reproduçõa.

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte, sob a presidência de Márcia Maia, convocou seus acionistas para uma assembleia a ser realizada nesta terça-feira (6). O encontro tem como pauta principal a discussão sobre a possível criação de uma nova diretoria, com salário proposto que ultrapassa os 32 mil reais mensais, gerando um custo anual de R$ 424.547,89 para a entidade.

O que vai de encontro com o contexto econômico do estado, já que de acordo com dados da Secretaria do Tesouro Nacional, o Rio Grande do Norte é o terceiro estado do país com maior crescimento om o gasto de folha, entre agosto de 2022 e agosto de 2023.

No quadrimestre encerrado em agosto de 2023, o estado destinou 57,76% de sua receita total para a folha de pagamento, um aumento em relação aos 50,71% registrados em agosto de 2022. Roraima e Amapá também apresentaram crescimento, mas o RN se apresenta como o único estado do Nordeste acima do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, estabelecido em 49%.

Em comparação com outros estados da região, como Maranhão e Bahia, que possuem os menores percentuais de comprometimento, com 35,63% e 36,92%, respectivamente, a situação fiscal do RN levanta questões sobre a gestão de recursos.