Apagão no Brasil: interrupção no Sul e Sudeste foi medida controlada para conter propagação de problema elétrico - O Poti News

Apagão no Brasil: interrupção no Sul e Sudeste foi medida controlada para conter propagação de problema elétrico

Abertura de interligação entre Norte e Nordeste causou interrupção. Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil.

Uma ocorrência no Sistema Interligado Nacional (SIN) resultou em um apagão elétrico que afetou 25 estados e o Distrito Federal, exceto Roraima, que não está conectada ao sistema. De acordo com informações divulgadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a interrupção foi uma “ação controlada”, realizada de forma proposital, a fim de evitar a disseminação do problema pela rede elétrica.

Até o horário de 12h30, o fornecimento de energia já havia sido restabelecido nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com 41% da carga recomposta na região Norte e 85% no Nordeste, conforme dados do Ministério de Minas e Energia. A situação, que provocou a desconexão elétrica entre as regiões Norte e Nordeste em relação às regiões Sul e Sudeste, ocorreu devido a uma “ocorrência” identificada às 8h31.

A analogia utilizada pelo ONS ajuda a entender o que ocorreu: as regiões Norte e Nordeste do país se separaram eletricamente das regiões Sul e Sudeste, de maneira similar a um desencaixe, a fim de conter qualquer efeito indesejado na rede elétrica como um todo.

As causas exatas dessa ocorrência ainda estão sob investigação pelo ONS, que destacou:

“Houve pelo menos 16 mil MW de interrupção de energia. A interrupção no Sul e no Sudeste foi uma ação controlada para evitar propagação da ocorrência.”

Até as 12h25, cerca de 13,5 mil MW da carga interrompida já haviam sido restaurados.

O Ministério de Minas e Energia acompanha de perto o desenvolvimento da situação, conforme declarado em comunicado, e o ministro Alexandre Silveira determinou a criação de uma “sala de situação” para monitorar a evolução do caso. As medidas de contenção tomadas pelo ONS demonstram a importância de intervenções coordenadas e planejadas para preservar a integridade do sistema elétrico, resguardando o fornecimento de energia essencial para o funcionamento do país.