Caixa Econômica Federal abre mais de 4 mil vagas em dois concursos públicos - O Poti News

Caixa Econômica Federal abre mais de 4 mil vagas em dois concursos públicos

Os candidatos aprovados serão convocados a partir de agosto de 2024 para apresentarem a documentação e realizarem os exames médicos obrigatórios. Foto: EBC.

A Caixa Econômica Federal publicou nesta quinta-feira (22) dois editais para novos concursos públicos com o intuito de preencher mais de 4 mil vagas em seu quadro de funcionários, sendo 3,2 mil vagas imediatas. As oportunidades são destinadas a diversas áreas e níveis de escolaridade.

No primeiro edital, estão disponíveis 2 mil vagas para o cargo geral de técnico bancário novo, sendo 1.600 vagas imediatas e 400 para cadastro de reserva. As vagas estão distribuídas por todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Além disso, há outras 2 mil vagas focadas na área de Tecnologia da Informação (TI), com 1.600 imediatas e 400 para reserva, em sete estados (AM, GO, MG, PE, RJ, RS, SP) e o DF. Ambos os cargos exigem nível médio de escolaridade, com remuneração inicial de R$ 3.762.

Já o segundo edital oferece oportunidades para profissionais de nível superior, incluindo médicos do trabalho e engenheiros de segurança do trabalho, com salários iniciais de R$ 11.186 e R$ 14.915, respectivamente. São ao todo 28 vagas para médicos do trabalho, sendo 23 imediatas e 5 reservas, e 22 vagas para engenheiros de segurança do trabalho, com 17 imediatas e 5 reservas.

Ambos os concursos oferecem benefícios como assistência à saúde, previdência complementar, auxílio-alimentação e refeição, vale-transporte, auxílio-creche, entre outros.

A Fundação Cesgranrio será a banca responsável pela organização do processo seletivo, que incluirá questões objetivas de conhecimentos gerais e específicos, além de redação. As inscrições estarão abertas entre 29 de fevereiro e 25 de março, com a realização das provas agendada para 26 de maio. Os resultados serão divulgados em agosto.

Os candidatos aprovados serão convocados a partir de agosto de 2024 para apresentarem a documentação e realizarem os exames médicos obrigatórios.