Campanha que pede ministra negra no STF ganha repercussão internacional - O Poti News

Campanha que pede ministra negra no STF ganha repercussão internacional

Campanha foi exibida em telão na Times Square, em Nova Iorque. Foto: Reprodução.

Uma campanha brasileira transmitida no telão da Times Square, em Nova Iorque, tem ganhado destaque em veículos internacionais de notícias. Na ação, organizada pela Coalizão Negra por Direitos, que reúne 250 entidades do movimento negro, uma menina negra, a atriz Lua Miranda, aparece dizendo “quando eu crescer, quero ser ministra do STF”. A mensagem faz parte de um pedido que já vem sendo feito ao presidente Lula (PT) desde que ele assumiu o mandato: que indique uma mulher negra para compor o Supremo Tribunal Federal (STF). 

Em toda a história do Brasil, apenas 3 mulheres ocuparam cadeiras da Suprema Corte, nenhuma delas negra. Mulheres negras representam uma parcela significativa da sociedade brasileira, mas têm pouquíssima representação em cargos de poder. Por conta disso, existem campanhas que já vêm sendo feitas por parlamentares e movimentos sociais de todo o país, pedindo que o presidente faça esta indicação histórica. 

Manifestação artística pede ministra negra no STF

Em todas as viagens internacionais que realiza, o presidente é recebido com ações em telões e outdoors, que fazem o mesmo pedido. A mensagem, exibida enquanto o presidente esteve no país americano para a Assembleia Geral da ONU, termina com a frase “nunca antes na história desse país, uma menina negra conseguiu realizar esse sonho”.