Câncer em animais de estimação é uma realidade que merece cada vez mais a atenção dos tutores - O Poti News

Câncer em animais de estimação é uma realidade que merece cada vez mais a atenção dos tutores

Avanços na medicina veterinária garantem mais rapidez no diagnóstico e qualidade de vida para pets oncológicos. Foto: Freepik.

Assim como os humanos, cães e gatos podem ser afetados por tumores que exigem atenção e cuidados especializados para um diagnóstico preciso. Segundo Felipe Câmara, médico veterinário e professor da Universidade Potiguar (UnP), certas raças apresentam maior propensão a certos tipos de câncer.

Tumores malignos em cães podem ter predisposição genética, além de fatores relacionados às raças. Raças como Boxer, Poodle, Dachshund e retrievers estão mais suscetíveis a neoplasias“, afirma Câmara.

Entre os tumores mais comuns encontrados na prática clínica estão neoplasias mamárias, como carcinomas, e câncer de mama. O diagnóstico pode ser feito através de exame clínico e punção nodular na região mamária.

Os sintomas do câncer de próstata em cães variam, incluindo dificuldades urinárias, dor ao urinar, presença de sangue na urina, perda de apetite e febre.

O tratamento oncológico em animais é semelhante ao dos humanos, envolvendo cirurgia, radioterapia, quimioterapia e terapias complementares. A abordagem é personalizada para garantir o bem-estar do animal e minimizar efeitos colaterais.

Manter um acompanhamento veterinário regular pode ser crucial para a vida do animal. Além disso, cuidados como alimentação adequada, castração precoce, atividades físicas, exposição controlada ao sol e evitar fumaça de cigarro e poluição são fundamentais para a saúde do pet“, finaliza Câmara.