Golfinho e tartarugas são encontrados mortos em praias potiguares - O Poti News

Golfinho e tartarugas são encontrados mortos em praias potiguares

Animais foram encontrados em Natal e Tibau do Sul. Foto: Reprodução/Redes Sociais.

O Rio Grande do Norte vem registrando um número alto de amimais marinhos mortos e encalhados. Apenas em janeiro deste ano, ocorreram ao menos 52 encalhes, sendo 45 tartarugas marinhas e 7 golfinhos.

Na manhã desta terça-feira (23), um golfinho da espécie boto-cinza, uma das mais comuns da costa brasileira, foi encontrado morto na praia de Pipa, em Tibau do Sul. A carcaça do animal estava desmembrado e repleto de ferimentos.

Em publicações através das redes sociais, o Projeto Mamíferos Marinhos do Rio Grande do Norte (Prommarn) disse que a morte deve ter acontecido recentemente, visto a aparência fresca da pele do animal. O corpo também estava repleto de marcas de mordida com bordas serrilhadas e de tamanhos distintos em formato de meia lua, o que pode apontar para um ataque de tubarões. A equipe questiona se o golfinho foi morto pelas mordidas ou se acabou morrendo por outras causas e teve o seu corpo consumido por tubarões posteriormente.

O Prommam também aponta a possibilidade de tubarões estarem nadando cada vez mais próximos das praias potiguares. Confira a publicação oficial:

Tartarugas mortas encontradas em Natal 

RN registrou a morte de 45 tartarugas encalhadas em janeiro. Foto: Reprodução/Redes Sociais.

No mesmo dia, as carapaças de três tartarugas marinhas também foram encontradas em Natal e Nísia Floresta, nas praias de Ponta Negra, Areia Preta. e Búzios. Além disso, duas tartarugas vivas que estavam encalhadas foram resgatadas, uma oliva, em Porto Mirim, e outra verde, em Pitangui. Os animais estão em processo de cuidados e exames.

Neste mês, O POTI conversou com o Centro de Estudos e Monitoramento Ambiental (Cemam) sobre os registros de encalhe na costa potiguar, confira:

Centro de monitoramento ambiental encontra 24 animais encalhados no litoral potiguar em apenas 15 dias