Governadora visita município de Ipanguaçu e anuncia ações para reduzir impactos das chuvas - O Poti News

Governadora visita município de Ipanguaçu e anuncia ações para reduzir impactos das chuvas

18 famílias estão abrigadas em uma escola da região. Foto: Carlos Costa.

Nesta terça-feira (9), a governadora Fátima Bezerra, secretários e técnicos das áreas que atuam em parceria com os municípios para mitigar os efeitos das chuvas estiveram em Ipanguaçu, município atingido pelas chuvas e afetado diretamente pela sangria do açude Pataxó. Ao todo, 18 famílias tiveram que deixar suas casas após a enchente e estão abrigadas na Escola Municipal Professora Francisca da Salete Ribeiro Barreto.

A governadora esteve na comunidade Ubarana, uma das mais afetadas após o transbordamento do açude, e reiteirou a disponibilidade do Governo do Estado em contribuir no que for necessário para minimizar os impactos dos prejuízos causados às famílias da região. O Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil estadual estão há quase duas semanas na região em parceria com as equipes do município.

Foi decretada situação de emergência na região e o Governo Federal liberou R$ 400 mil para mitigar os efeitos da enchente, podendo acontecer a aprovação de mais R$ 2 milhões. Confira o anúncio da governadora:

“Quando estamos na vida pública, a gente está para servir à população, e neste momento estamos cumprindo exatamente com o nosso dever. Aqui já foi decretada a emergência, já oficializada, estamos mantendo todo contato com o Governo Federal, que  já liberou recursos para cá, mais de 400 mil reais. E o prefeito já fez aqui todo o projeto para que, se Deus quiser, em breve sejam liberados mais 2 milhões de reais. Essas são as primeiras providências, porque num momento como este, o Governo Federal tem que chegar junto, o Governo do Estado tem que chegar junto, o prefeito não tem condições de resolver tudo isso sozinho”

A Secretaria Estadual do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS) iniciou o trabalho de apoio técnico sobre solicitação de recursos para decretar o estado de calamidade pública de acordo com portaria federal. A SETHAS encaminha como utilizar os recursos, dá orientação de como proceder para antecipação do Bolsa Família. A secretária da Sethas, Iris Oliveira, ressaltou a importância da antecipação do Programa Bolsa Família para as famílias desabrigadas.

Já a Secretaria Estadual da Saúde Pública (SESAP), através da Vigilância de Saúde e Vigilância Ambiental, realizou visita inicial para oferecer suporte local e está em processo de articulação com o Ministério da Saúde para coordenar ações de resposta. A assistência inclui o apoio à Atenção Primária em Saúde, responsável pelo trabalho direto no município, além de atividades de controle ambiental, como monitoramento da qualidade da água e visitas aos abrigos para avaliar as condições.