Governo estadual destina R$ 1 milhão para o fortalecimento do audiovisual potiguar - O Poti News

Governo estadual destina R$ 1 milhão para o fortalecimento do audiovisual potiguar

Cinema na praia
Haverá cotas destinadas para pessoas negras, pessoas indígenas, povos e comunidades tradicionais e pessoas com deficiência. Foto: Raiane Miranda.

O Governo do Estado, em parceria com a Secretaria Extraordinária da Cultura e a Fundação José Augusto (FJA), está prestes a lançar a Consulta Pública para o Edital Estadual de Fomento ao Audiovisual Potiguar. Este edital selecionará 14 iniciativas artístico-culturais e disponibilizará um montante de R$ 1 milhão para a Região Metropolitana de Natal e outros municípios do Rio Grande do Norte.

Os recursos financeiros para esse projeto provêm do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, com uma dotação orçamentária de R$ 500 mil, conforme publicação no Diário Oficial do Estado deste sábado (7), além de uma emenda parlamentar da Deputada Federal Natália Bonavides, no valor de R$ 500 mil.

O objetivo deste edital é apoiar diversas iniciativas no campo audiovisual, incluindo a produção de curtas-metragens, pilotos de séries e o desenvolvimento de roteiros para longas-metragens e séries. As categorias incluem quatro produções de curtas-metragens para iniciantes, com um valor unitário de R$ 55 mil; quatro produções de curtas-metragens com valor individual de R$ 85 mil; duas produções de pilotos de série, cada uma com o valor de R$ 80 mil, e quatro projetos de desenvolvimento de roteiros para longas-metragens e séries, com o valor de R$ 70 mil cada.

A consulta pública informará que tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas poderão inscrever apenas um projeto. Além disso, haverá cotas destinadas para pessoas negras (pretas e pardas), pessoas indígenas, povos e comunidades tradicionais (ciganos, quilombolas e povos de terreiro de matriz afro-ameríndia) e pessoas com deficiência.

Em breve, também serão publicados os editais da Lei Paulo Gustavo, que promovem o fortalecimento da cultura no estado.