Justiça condena à prisão homem que divulgou fotos da autópsia de Marília Mendonça e Gabriel Diniz; confira a pena - O Poti News

Justiça condena à prisão homem que divulgou fotos da autópsia de Marília Mendonça e Gabriel Diniz; confira a pena

Marília Mendonça morreu no dia 5 de novembro de 2021, depois de um acidente de avião em Minas Gerais. Foto: Reprodução/Instagram.

A Justiça do Distrito Federal condenou André Felipe de Souza Pereira Alves por divulgar fotos das autópsias dos cantores Marília Mendonça e Gabriel Diniz. A pena a ser aplicada, de acordo com a decisão, é de oito anos de reclusão, e dois anos e três meses de detenção.

Rafael também foi condenado pelos crimes de divulgação de nazismo, xenofobia, racismo contra nordestinos, uso de documento público falso, atentado contra serviço de utilidade pública e incitação ao crime, todos cometidos em seu perfil pessoal no antigo Twitter.

O juiz que deliberou sobre os casos, Max Abrahao Alves de Souza, disse que “a natureza das fotografias expostas e os comentários realizados pelo réu através do seu perfil na então rede social Twitter demonstraram o inequívoco objetivo de humilhar e ultrajar os referidos mortos […] Após estas considerações, é seguro concluir que o acusado, com vontade livre e consciente, vilipendiou os cadáveres de Marília Dias Mendonça e Gabriel de Souza Diniz”.

André foi preso pela Polícia Civil do DF em abril deste ano e confessou ser o responsável por divulgar as imagens, exclusivas do inquérito policial.