Ministério da Pesca abre inscrições para concurso com 264 vagas e salário de R$ 6,1 mil - O POTI

Ministério da Pesca abre inscrições para concurso com 264 vagas e salário de R$ 6,1 mil

Candidatos podem se inscrever até o dia 25 de julho por meio do site do Idecan, a banca responsável pelo processo seletivo. Foto: Reprodução.

O Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) abriu nesta segunda-feira (24), as inscrições para seu novo concurso público. O processo seletivo oferece 264 vagas temporárias de nível superior, com salário de R$ 6.130. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de julho, através do site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistência Nacional (Idecan), responsável pela organização do concurso.

O concurso abrange mais de 20 perfis profissionais, incluindo áreas como:

  • Direito
  • Economia
  • Marketing
  • Administração
  • Arquitetura

Além dessas, há uma vaga disponível para qualquer área de formação superior. Os aprovados irão trabalhar na sede do ministério em Brasília (DF) e nas Superintendências Federais da Pesca e Aquicultura (SFPAs), situadas nas capitais dos 26 estados brasileiros.

Os contratos têm duração inicial de até dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois anos, conforme a necessidade. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais. O edital do concurso prevê a reserva de 20% das vagas para pessoas negras e 5% para pessoas com deficiência.

O processo seletivo será composto por duas etapas principais:

  1. Provas objetivas de múltipla escolha: eliminatórias e classificatórias, aplicadas a todos os cargos.
  2. Prova de títulos: classificatória, destinada a candidatos dos cargos de engenheiro de pesca, oceanografia/oceanologia, biologia, engenheiro de aquicultura, medicina veterinária e zootecnia.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 11 de agosto em Brasília e nas capitais dos 26 estados, com possibilidade de expansão para outras localidades, dependendo do número de inscritos.

A taxa de inscrição é de R$ 62. Candidatos doadores de medula óssea reconhecidos pelo Ministério da Saúde e inscritos no CadÚnico podem solicitar isenção da taxa entre os dias 24 e 25 de junho.