Ministério do Planejamento abre inscrições para concurso com 100 vagas e salário que pode chegar a R$ 29,8 mil - O Poti News

Ministério do Planejamento abre inscrições para concurso com 100 vagas e salário que pode chegar a R$ 29,8 mil

Pré-requisito é ter diploma de conclusão de curso superior em qualquer área de formação. Foto: EBC.

O Ministério do Planejamento e Orçamento abriu as inscrições para o seu concurso público, para o preenchimento de 100 vagas do cargo de analista de planejamento e orçamento, além de 271 vagas para formação de cadastro reserva.

A remuneração inicial para o cargo é de R$ 20.924,80, podendo alcançar R$ 29.832,94 ao final da carreira, com uma carga horária semanal de 40 horas.

O requisito mínimo para participar do concurso é possuir diploma de conclusão de curso superior em qualquer área de formação. Os aprovados irão atuar na sede do órgão, situada em Brasília (DF).

A seleção está sendo organizada pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

As vagas estão distribuídas entre a área geral e especialidades em tecnologia da informação e desenvolvimento institucional, com 5% reservadas para pessoas com deficiência e 20% para candidatos negros. Confira abaixo a divisão das vagas por cargo:

  1. Geral – 65 vagas;
  2. Desenvolvimento Institucional – 5 vagas;
  3. Governança e Gestão de Projetos de TI – 6 vagas;
  4. Desenvolvimento de Sistemas Orçamentários – 13 vagas;
  5. Gestão de Infraestrutura de TI – 2 vagas;
  6. Gestão de Dados Orçamentários – 5 vagas;
  7. Gestão de Contratos de TI – 2 vagas;
  8. Gestão da Segurança da Informação Orçamentária – 2 vagas.

As inscrições podem ser realizadas até as 18h do dia 21 de fevereiro, através do site da banca organizadora. A taxa de participação é de R$ 100, mas candidatos inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e doadores de medula óssea podem solicitar isenção do pagamento.

O concurso será dividido em duas etapas. A primeira incluirá provas objetivas, que estão previstas para o dia 28 de abril, em todas as capitais do país. Os candidatos aprovados serão convocados para as provas discursivas, marcadas para 9 de junho.

A segunda etapa consistirá em um curso de formação, previsto para iniciar no segundo semestre de 2024.