Modesto Neto se lança pré-candidato à Prefeitura de Natal pelo PSOL - O Poti News

Modesto Neto se lança pré-candidato à Prefeitura de Natal pelo PSOL

Modesto Neto aponta como prioridades de sua campanha o enfrentamento à especulação imobiliária e à máfia do transporte público. Foto: Reprodução.

O historiador Modesto Neto anunciou sua pré-candidatura à Prefeitura de Natal pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). A inscrição foi feita pela corrente interna do partido, a Revolução Socialista, com o objetivo de apresentar uma alternativa às correntes que buscam apoiar a candidatura de Natália Bonavides.

O manifesto “Por um PSOL de cara própria em Natal”, que apresenta Modesto Neto como pré-candidato, conta com o apoio de figuras como a médica e pré-candidata a vereadora Sônia Godeiro e o coordenador geral do Sinai, Santino Arruda, ambos dirigentes partidários.

Essa pré-candidatura é resultado do acúmulo político da Revolução Socialista e do Avança PSOL, duas organizações que entendem que nosso partido precisa ter cara própria em Natal para oferecer à cidade um programa que represente o enfrentamento à extrema direita sem abrir mão dos interesses da classe trabalhadora e do povo pobre“, ressaltou Modesto Neto.

Com 34 anos de idade e 14 anos de filiação ao PSOL, Modesto Neto aponta como prioridades de sua campanha o enfrentamento à especulação imobiliária e à máfia do transporte público. Segundo ele, Natal enfrenta grandes desafios, especialmente nas questões ambientais e de mobilidade urbana.

Temos que revogar o Plano Diretor da especulação imobiliária e estabelecer o passe livre através de uma empresa pública de transporte urbano. Nestes dois movimentos iremos frear a especulação imobiliária, recuperar a cobertura vegetal da cidade e acabar com a máfia do transporte público“, explicou o professor de História da rede pública de ensino.

Desde sua primeira eleição municipal em 2008, o PSOL apresentou candidaturas próprias à Prefeitura de Natal em todas as eleições subsequentes. Atualmente, uma movimentação da direção majoritária da sigla na capital potiguar estuda uma possível aliança com a deputada federal Natália Bonavides, do PT. No entanto, Modesto Neto e a Revolução Socialista são contra esta aliança.

Se o PSOL adere à campanha de Natália Bonavides, estará se incorporado a uma Frente Ampla que terá como sócio majoritário a direita e as oligarquias, em especial a família Alves. Isso é péssimo politicamente para o PSOL, especialmente nestas eleições de 2024 onde o partido poderá eleger três parlamentares. Até eleitoralmente não é uma decisão tática inteligente“, argumentou Modesto.

Além disso, Modesto Neto e a Revolução Socialista defendem a realização de prévias partidárias para definir o nome do PSOL à Prefeitura de Natal, como aprovado no Congresso do partido realizado em setembro de 2023. “O PSOL não pode se aliar a uma candidatura do PT sem encerrar o debate interno e isso significa prévias já”, reivindicou o professor.

Segundo o pré-candidato, o PT “enfrenta” a direita incorporando seus quadros no controle da máquina do Estado, uma estratégia que ele rejeita. “É uma tentativa de domesticar a direita e conciliar interesses que são inconciliáveis. Isso não faremos. Enfrentar Álvaro Dias significa contrariar os interesses que ele representa”, concluiu Modesto Neto.