Obra do Ramal do Apodi, em Luís Gomes, foi o local escolhido para ser visitado por Lula no RN - O Poti News

Obra do Ramal do Apodi, em Luís Gomes, foi o local escolhido para ser visitado por Lula no RN

Lula será recepcionado pela Governadora Fátima Bezerra nesta sexta-feira. Foto: Divulgação.

A agenda do Presidente Lula (PT) no Rio Grande do Norte já tem local definido, o Ramal do Apodi, na cidade de Luís Gomes, Alto Oeste Potiguar. O presidente deve pousar no aeroporto Aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró, onde vai se reunir com a Governadora Fátima Bezerra. A chegada em Luís Gomes está agendada para 15h30 desta sexta-feira (01). Até o momento, não há informações sobre outras visitas no estado.

Sobre o Ramal do Apodi

Ramal do Apodi é uma das obras mais importantes da transposição do Rio São Francisco. Foto: Divulgação/MIDR.

O Ramal do Apodi integra o amplo Projeto de Integração do Rio São Francisco, que tem como objetivo primordial reforçar a segurança hídrica e a disponibilidade de água na região abrangida, através da transferência de recursos hídricos para os reservatórios e sistemas estratégicos da área.

A iniciativa de transposição do Rio São Francisco se divide em dois eixos principais, Norte e Leste, com inclusão de ramais associados, entre eles o Ramal do Apodi, que é foco desta descrição.

As obras do Ramal do Apodi tiveram início em junho de 2021, representando um investimento federal de cerca de R$ 1,6 bilhão, dos quais aproximadamente R$ 938,5 milhões estão destinados à parte física do empreendimento. Mediante essa estrutura, as águas do Rio São Francisco serão deslocadas a partir do ponto de controle do Reservatório de Caiçara, localizado na Paraíba, até o Reservatório Angicos, situado no Rio Grande do Norte, cobrindo uma extensão aproximada de 115 quilômetros.

O Ramal do Apodi se configura como um sistema crucial para fornecer água em quantidade e qualidade a uma população de 750 mil pessoas em 54 municípios nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará. Ao ser finalizado, esse ramal estabelecerá uma via de transporte das águas do Rio São Francisco, conectando o Reservatório de Caiçara, na Paraíba, ao Reservatório Angicos, no RN, percorrendo um trajeto de 115 quilômetros.

Por meio do Projeto de Integração do Rio São Francisco, o propósito fundamental é elevar a segurança e a disponibilidade hídrica na região beneficiada, viabilizando a transferência de água para sistemas estratégicos e reservatórios locais.