Professora Nilda inicia reuniões populares para a construção do Plano de Governo - O Poti News

Professora Nilda inicia reuniões populares para a construção do Plano de Governo

A professora Nilda, que é pré-candidata a prefeitura de Parnamirim pelo Solidariedade, começa hoje uma série de reuniões para ouvir a opinião da população sobre os principais problemas de cada bairro da cidade.

O objetivo da professora é reunir mais informações para a construção do plano de governo que apresentará durante a campanha eleitoral de outubro.

“Tenho muitos relatórios técnicos que demonstram a precariedade em que se encontra a prestação dos serviços prestados pela prefeitura de Parnamirim. Mas gosto de ouvir a voz do povo nas ruas e é por esse motivo que irei bairro a bairro para escutar as sugestões e o sentimento das pessoas e junto com elas construir um plano de governo coerente com a vontade popular e as condições orçamentárias o município ”, disse professora Nilda.

Projeto de Lei de Styvenson Valentim será analisado pela CCJ do Senado

Na próxima quarta-feira (15) a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal analisará um projeto de lei de autoria do senador Styvenson Valentim.

O projeto do senador Potiguar propõe a implementação da castração química voluntária para reincidentes em crimes de estupro e violação sexual.

O texto original sofreu modificações no parecer apresentado pelo senador Angelo Coronel (PSD-BA). Coronel retirou a possibilidade de castração física do texto original do projeto e acrescentou mais um ano nas penas mínimas para esses delitos.

Caso seja aprovado na CCJ, o projeto de lei seguirá diretamente para avaliação da Câmara dos Deputados.

Onde é que liga o botão do bom senso?

A população da Zona Norte de Natal vem sofrendo diariamente com os problemas de mobilidade urbana causados pela obra do DNIT que acontece na Ponte de Igapó.

Mas o que parecia ruim pode piorar! É que a CAERN decidiu que agora é o momento adequado para executar a substituição da rede de abastecimento de água que passa pela Avenida João Medeiros Filho e a principal avenida da Zona Norte ficará parcialmente interditada até o dia 06 de junho.

Para quem não quer enfrentar o transtorno da Ponte de Igapó a Av. João Medeiros é a principal via para acessar a Ponte Newton Navarro. Com a obra haverá transtorno pra todo lado e a população é quem paga a conta.

Lawrence Amorim fala sobre rompimento com o prefeito Allyson Bezerra

O presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Lawrence Amorim (PSDB), se pronunciou em suas redes sociais sobre o rompimento político com o prefeito Allyson Bezerra (União Brasil).

Lawrence afirmou que fez inúmeras propostas para construir um acordo para que a Câmara Municipal pudesse quitar uma dívida de 11 milhões que existe para com a prefeitura de Mossoró. Mas todas as tentativas teriam sido recusadas pelo prefeito Allyson.

Segundo Lawrence, a dívida teria origem na mudança do percentual do duodécimo, redefinido após o Censo.

“Tivemos queda no repasse e ainda fomos obrigados a devolver valores retroativos”, frisou.

Com as negativas de Allyson para o acordo o vereador Lawrence se viu exposto a críticas nas ruas e nas redes sociais. “A partir daí fomos atacados, tanto eu quanto meus familiares”, disse Lawrence no Instagram.

Mossoró: Isolda nega retirada de candidatura do PT

A deputada estadual Isolda Dantas usou suas redes sociais para negar que o PT tenha retirado a candidatura da legenda à prefeitura de Mossoró.

“Não houve anúncio sobre desistência da pré candidatura do PT à prefeitura de Mossoró”.

Quanto à pré candidatura de Lawrence, o PT e a federação Brasil da Esperança veem como positiva para a construção do projeto de oposição. Seguimos na luta por Mossoró”, disse Isolda.

O rompimento entre Lawrence Amorim (PSDB) e o prefeito Allyson ainda renderá muitas movimentações políticas na capital do Oeste.

O que caminhava para ser tranquilo…

O cenário que parecia ser de uma campanha tranquila em Mossoró passou a ter indicação de turbulências.

Com o rompimento entre Lawrence e Allyson a oposição ganhou fôlego e já pensa em instalar na Câmara Municipal uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) por possível crime de responsabilidade em virtude de ter mantido no exercício do cargo o advogado Kadson Eduardo, na pasta do Planejamento, Orçamento e Gestão, condenado na justiça por falsificação de documentos de um processo judicial.