Quanto mais demora… pior fica! - O Poti News

Quanto mais demora… pior fica!

É quase uma unanimidade que o “time certo” para uma definição do prefeito, Álvaro Dias, sobre sua própria sucessão já passou. E é pensamento comum, a muitos observadores, que o prefeito deveria ser o líder do processo eleitoral da cidade que governa.

O fato é que estamos chegando ao final de janeiro e Álvaro Dias ainda não tem um projeto definido (ou aparentemente viável) para a eleição de outubro.

Uma opção seria apoiar o ex-prefeito Carlos Eduardo, a quem a secretária Joana Guerra critica e define como representante do atraso administrativo. Outra opção seria se unir a Paulinho Freire a quem Álvaro atingiu ao demitir os cargos indicados pela vereadora Nina Souza, esposa de Paulinho. Mas a alternativa que parecer ser a escolha de Álvaro Dias é lançar o nome da secretaria Joana Guerra para representar e defender sua gestão na eleição municipal.

Joana Guerra poder ser uma técnica competente e até acredito que seja. Mas entre ser uma técnica competente e ter viabilidade eleitoral existe uma distância muito grande a ser percorrida e o tempo que resta é muito curto para tornar viável um projeto que nasceria com essa dificuldade.

A essa falta de tempo ainda se soma uma falha, que a cada dia se revela mais grave na gestão municipal, que é a ausência de uma articulação política eficiente. Por falta de articulação é que o prefeito perdeu o controle da sua bancada na Câmara Municipal.

E que partidos se somariam a candidatura de Joana Guerra se União Brasil, PL, Podemos, SD, PP, PSD, PV, PT, MDB, PC do B, PSOL e PSDB já tem seus compromissos para o pleito de Natal?

Álvaro Dias perdeu o “time” e quanto mais ele demora para tomar uma decisão, pior fica a situação.

Consórcio Nordeste

A governadora Fátima Bezerra tomará posse como presidente do Consórcio Nordeste no próximo dia 31 (quarta-feira). A solenidade acontecerá no Centro de Convenções de Natal e deverá reunir governadores de todo o nordeste.

Fátima Bezerra, que será a primeira mulher a comandar o consórcio, substituirá o governador paraibano João Azevedo.

Luiz Almir não será candidato nas eleições 2024

O comunicador e ex-vereador Luiz Almir decidiu que não será candidato nas eleições deste ano.

A decisão veio após ouvir recomendação médica para que cuidasse da saúde e evitasse o estresse provocado pelo dia a dia de uma campanha política.

Luiz Almir pretende se dedicar a família e ao jornalismo que exerce a décadas no rádio, jornal e na televisão.

Isenção de taxa em concurso unificado pode ser pedida até amanhã

Termina nesta sexta-feira (26) o prazo para a apresentação de pedidos de isenção da taxa de inscrição no Concurso Público Nacional Unificado. O pedido deve estar acompanhado de comprovação dos requisitos necessários, para que os candidatos fiquem isentos de pagar R$ 60 para as vagas de nível médio; e R$ 90 para as de nível superior.

A inscrição e o pedido de isenção podem ser feitos pela internet, no site do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. Para quem não é isento, o prazo vai até 9 de fevereiro. Para se inscrever é preciso ter conta no portal Gov.br.

A isenção pode ser solicitada por candidatos inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), doadores de medula óssea, bolsistas ou ex-bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni), além de quem cursa ou cursou ensino superior pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

Fonte: Agência Brasil

Em fevereiro, Lula visita Egito, Etiópia e Guiana

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva retoma a agenda de compromissos internacionais este ano com viagens a dois países da África e à vizinha Guiana, em fevereiro.

No continente africano, o presidente viajará ao Egito nos dias 15 e 16 do mês que vem. Na visita oficial, Lula se reunirá com o presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, meses após ter recebido apoio para a retirada de brasileiros e seus familiares da Faixa de Gaza, que ocorreu pela fronteira com o Egito.

Nos dias 17 e 18 de fevereiro, Lula estará em Adis Abeba, capital da Etiópia, para participar da reunião de chefes de Estado e de governo da União Africana. No ano passado, a organização internacional, que reúne os 54 países africanos, tornou-se membro permanente do G20, grupo que reúne as 19 economias mais ricas do planeta e a União Europeia. Este ano, o Brasil preside o G20 e será anfitrião da cúpula de chefes de Estado do grupo, em novembro, no Rio de Janeiro. 

Guiana

Após o retorno da África, Lula deve visitar, na última semana fevereiro, a Guiana, que sediará a cúpula anual do Mercado Comum e Comunidade do Caribe (Caricom), grupo regional criado em 1973 e que reúne 15 países caribenhos.

Após as duas viagens internacionais, Lula deverá concentrar suas atenções na agenda doméstica e viajar pelo país para anunciar ações do governo federal.  

Fonte: Agência Brasil

*As opiniões contidas nesta sessão não refletem necessariamente a opinião dO POTI e são de responsabilidade exclusiva dos autores.