Recurso antirroubo do iPhone chega ao Brasil; entenda - O Poti News

Recurso antirroubo do iPhone chega ao Brasil; entenda

Ferramenta da Apple está disponível na nova atualização do sistema iOS 17.3. Foto: Freepik.

A Apple lançou uma atualização para o sistema operacional iOS, trazendo consigo o recurso “Proteção contra roubo de dispositivos” para usuários no Brasil e ao redor do mundo. A novidade visa dificultar a vida de criminosos que buscam acessar informações sensíveis em iPhones.

A motivação por trás desse aprimoramento foi a crescente incidência de relatos nos Estados Unidos e no Brasil, nos quais usuários que tiveram seus dispositivos furtados ou roubados enfrentaram a impossibilidade de acesso aos dados do iPhone. O método comum desses criminosos era desbloquear o aparelho enquanto a tela estava desbloqueada, permitindo-lhes realizar alterações nas configurações.

Com a versão 17.3 do iOS, a tecnologia exige agora a utilização do desbloqueio biométrico facial ou digital para operações críticas, quando o usuário está fora de casa. A ativação dessa funcionalidade deve ser realizada manualmente pelo proprietário do smartphone.

Atualmente, quando a autenticação biométrica falha durante o desbloqueio de tela, o iPhone solicita ao usuário uma senha alfanumérica, que, infelizmente, pode ser adquirida pelos criminosos. O objetivo é impedir que certas funções sejam alteradas sem a presença física do usuário.

A autenticação Face ID (reconhecimento facial) ou Touch ID (impressão digital) é agora necessária para acessar informações sigilosas, tais como configurar um novo dispositivo, visualizar senhas salvas no iCloud Keychain, apagar conteúdos e configurações do aparelho, entre outras operações críticas.

Além disso, foi introduzida uma segunda camada de segurança para operações mais sensíveis. Para realizar ações como desligar o recurso de proteção contra dispositivo roubado, alterar a senha do Apple ID ou a senha numérica/alfanumérica do iPhone, ou ainda adicionar ou remover o Face ID ou Touch ID, será necessário fazer uma autenticação biométrica e aguardar até uma hora para a mudança entrar em vigor.

Confira quais acessos que vão exigir o desbloqueio:

  • Usar o iPhone para configurar um novo dispositivo;
  • Ver ou usar senhas salvas no dispositivo pelo iCloud Keychain;
  • Apagar conteúdos e configurações do aparelho;
  • Alterar contas Apple Cash na Carteira;
  • Cadastrar novo cartão Apple Card;
  • Ver um cartão virtual da Apple;
  • Desativar o Modo Perdido;
  • Usar métodos de pagamento armazenados no navegador Safari.

Segunda camada para operações mais importantes

Agora para operações mais importantes no dispositivo será necessário fazer uma autenticação biométrica e esperar até uma hora para que a mudança aconteça.

  • Desligar o recurso de proteção contra dispositivo roubado;
  • Alterar a senha do Apple ID;
  • Alterar a senha numérica ou alfanumérica do iPhone;
  • Tirar ou adicionar o Face ID ou Touch ID;
  • Desligar o aplicativo Buscar;

Confira a lista de aparelhos que vão receber a nova atualização iOS 17:

  • iPhone SE (a partir da 2ª geração);
  • iPhone XR;
  • iPhone XS e iPhone XS Max;
  • iPhone 11, iPhone 11 Pro, iPhone 11 Pro Max;
  • iPhone 12, iPhone 12 mini, iPhone 12 Pro, iPhone 12 Pro Max;
  • iPhone 13, iPhone 13 mini, iPhone 13 Pro, iPhone 13 Pro Max;
  • iPhone 14, iPhone 14 Plus, iPhone 14 Pro, iPhone 14 Pro Max;
  • iPhone 15, iPhone 15 Plus, iPhone 15 Pro, iPhone 15 Pro Max.