Saiba como proteger seu celular neste réveillon - O Poti News

Saiba como proteger seu celular neste réveillon

Novo aplicativo do governo federal bloqueia aparelhos roubados. Foto: Freepik.

O réveillon costuma ser um momento de descontração e festas, quando milhões de brasileiros optam por sair em busca de diversão nas praias e grandes centros, onde ocorrem shows e queima de fogos de artifício. Apesar do clima de descontração e da vontade natural de registrar os momentos com fotos e vídeos, é importante estar atento para os pertences pessoais, em especial, os aparelhos celulares, objetos que estão na mira constante de assaltantes e podem ser furtados em momentos de distração.

Por isso, algumas dicas são essenciais para evitar roubos:

Cuidado ao guardar o aparelho 

Nem mesmo evitar mexer no celular é uma opção totalmente eficaz. Deixar o aparelho em bolsas que podem ser facilmente abertas ou  bolsos da roupa são as opções comuns, mas não mais seguras. A dica, é manter os celulares em compartimentos não vulneráveis, como bolsas e bolsos com zíper, ou até mesmo, compartimentos escondidos como pochetes apropriadas ou as roupas íntimas. Outro ponto, é ser capaz de sentir o aparelho, para ter a certeza de que o mesmo ainda está no local correto.

Segurar firme e atenção redobrada

Muitas vítimas de roubo relatam que estavam com o aparelho em mãos e foram surpreendidas com o mesmo sendo puxado de supetão pelos assaltantes. Para evitar esse tipo de ação, é essencial estar atento ao redor para perceber movimentações suspeitas e segurar bem o celular.

Em caso de roubo, use o “Celular Seguro”

O aplicativo Celular Seguro foi lançado recentemente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, como uma forma de facilitar registros de ocorrência de roubo e bloqueio dos celulares, para evitar que os criminosos possam utilizar ou vender aparelhos roubados, ou mesmo ter acesso a informações pessoais das vítimas. Siga o seguinte passo a passo:

  1. Primeiro de tudo, é necessário instalar o aplicativo, que está disponível em aparelhos Android e iOS.
  2. Depois, o usuário deverá criar uma conta ou logar na sua conta pré-existente do gov.br, plataforma de serviços do governo federal
  3. Na página inicial, o usuário terá três ferramentas que podem ajudar em caso de roubo
  4. Pessoa de Confiança: deverão ser cadastradas as pessoas que, em caso de perdas, roubos ou furtos do aparelho, poderão criar ocorrências em nome do usuário.
  5. Registrar Telefone: diz respeito ao registro dos aparelhos que serão conectados diretamente ao CPF.
  6. Registrar Ocorrência: será possível criar ocorrências de forma simples.

Ao registrar o roubo, o aparelho é bloqueado, assim como o número de telefone, bancos e aplicativos. A medida impede o vazamento e compartilhamento de uma série de informações pessoais.