Secretaria divulga lista de habilitados na Lei Paulo Gustavo em Parnamirim - O Poti News

Secretaria divulga lista de habilitados na Lei Paulo Gustavo em Parnamirim

O processo de seleção para projetos da Lei Paulo Gustavo em Parnamirim tem sido marcado por polêmicas. Foto: Naryelle Keyse.

A Secretaria de Cultura de Parnamirim (SEMUC) divulgou o resultado final da seleção de projetos culturais que serão contemplados com os recursos provenientes da Lei Paulo Gustavo. A divulgação aconteceu por meio do Diário Oficial do Município nesta quarta-feira (24).

O montante total destinado para investimentos em projetos culturais voltados para o audiovisual, no âmbito da Lei Paulo Gustavo, atingiu a marca de R$ 2.010.155,44. Dentre as categorias contempladas, estão projetos individuais, grupos coletivos, Pessoa Jurídica, grande porte, documentários, média metragem, curta metragem, cinema itinerante, videoclipes, produção com celular, podcast em série e cursos de formação.

Na categoria individual, 78 projetos foram habilitados para receberem R$ 3 mil cada. Já na categoria grupo coletivo, 23 projetos foram selecionados para obterem R$ 8 mil cada, enquanto na Pessoa Jurídica, 34 projetos foram habilitados para receberem R$ 5 mil cada. Na categoria de grande porte, dois projetos foram escolhidos para receberem R$ 200 mil cada.

O segmento de audiovisual também contemplou produções específicas, como documentários, média metragem e curta metragem. Foram habilitados dois projetos de documentários, cada um recebendo R$ 108.088,31. Cinco projetos de média metragem foram selecionados para receberem R$ 50 mil cada, e seis projetos de curta metragem foram contemplados com R$ 20 mil cada.

Além disso, foram selecionados três projetos para a categoria de cinema itinerante, com um recurso de R$ 10 mil para cada. Na categoria videoclipe, sete projetos foram habilitados, cada um recebendo R$ 20 mil. No segmento de produção com celular, 17 projetos foram contemplados com R$ 3 mil cada. Para os podcasts em série, foram selecionados 10 projetos, cada um recebendo R$ 8 mil. Na categoria de cursos de formação, cinco projetos foram habilitados para receberem R$ 26.995,64 cada.

O processo de seleção, no entanto, foi marcado por polêmicas e acusações por parte de artistas e produtores contra a Secretaria e a Prefeitura. No primeiro resultado divulgado, houve alegações de que amigos pessoais e funcionários do executivo municipal, sem atuação na área do audiovisual, e até mesmo moradores de outras cidades foram contemplados indevidamente.

Produtores culturais de Parnamirim protestam contra irregularidades no processo de seleção da Lei Paulo Gustavo