TSE mantém cassação de vereador acusado de comprar votos em Parnamirim - O Poti News

TSE mantém cassação de vereador acusado de comprar votos em Parnamirim

Alex Sandro não poderá concorrer em eleições durante oito anos. Foto: Reprodução/Conexão Potiguar.

Em decisão unânime, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve cassado o mandato do ex-vereador Alex Sandro da Conceição Nunes da Silva, conhecido por Pastor Alex, eleito em 2020 para a Câmara Municipal de Parnamirim. A decisão ocorreu após pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE), que o acusa de compra de votos e abuso de poder político. 

Após investigações, o MP Eleitoral concluiu que Alex Sandro usava uma associação sem fins lucrativos como fachada para persuadir pessoas em situação de vulnerabilidade, oferecendo cestas básicas, produtos de higiene e até mesmo dinheiro, o que configura crime eleitoral. Agora, o político está inelegível por oito anos e terá de pagar multa de R$21 mil. 

O ex-vereador Alex Sandro já esteve envolvido na operação Dízimo, movida pelo MP, e também na operação Mateus 7:15, deflagrada em novembro de 2020, na qual foram apreendidos aproximadamente R$ 70 mil em espécie a poucos dias das eleições municipais.