Ziraldo, criador do Menino Maluquinho, falece aos 91 anos - O Poti News

Ziraldo, criador do Menino Maluquinho, falece aos 91 anos

Ziraldo
Escritor foi um dos fundadores do jornal O Pasquim, contra a ditadura. Foto: Divulgação.

O escritor Ziraldo faleceu neste sábado (6) aos 91 anos. A família do desenhista confirmou o falecimento, ocorrido enquanto ele dormia em seu apartamento no bairro da Lagoa, na zona sul do Rio de Janeiro, por volta das 15h. Ziraldo deixa três filhos.

Conhecido por sua contribuição ímpar à literatura infantil, Ziraldo foi agraciado com diversos prêmios ao longo de sua carreira. Recebeu o “Nobel” Internacional de Humor no 32º Salão Internacional de Caricaturas de Bruxelas e o prêmio Merghantealler, da imprensa livre da América Latina, ambos em 1969. Além disso, foi laureado com o Prêmio Jabuti de Literatura em 1980, com sua obra “O Menino Maluquinho”, e novamente em 2012, com “Os Meninos do Espaço”.

Ziraldo também se destacou por utilizar sua arte como forma de resistência durante a ditadura militar. Fundador e diretor do influente periódico O Pasquim, ele liderou uma forte oposição ao regime autoritário. Seu trabalho incisivo incomodou as autoridades militares, levando-o à prisão logo após a promulgação do AI-5, medida que intensificou a censura e a repressão do governo contra dissidentes. Considerado um “elemento perigoso” pelos militares, Ziraldo permaneceu ativo politicamente, filiando-se ao Partido Comunista Brasileiro (PCB) e, posteriormente, ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Ele também manifestou apoio a candidatos do Partido dos Trabalhadores (PT) em eleições presidenciais.