Advogado expulso do Solidariedade já foi condenado por violência doméstica contra mãe e irmã - O Poti News

Advogado expulso do Solidariedade já foi condenado por violência doméstica contra mãe e irmã

O caso aconteceu em novembro de 2016, mas a sentença só saiu em 2019. Foto: Reprodução/TV Justiça.

O advogado Hery Kattwinkel, que defendeu um dos condenados pelos atos antidemocráticos de 8 de janeiro e foi expulso do partido Solidariedade por ofender os ministros do Supermo Tribunal Federal (STF) durante a sustentação oral, já foi condenado por violência doméstica contra a própria mãe e a irmã.

Solidariedade expulsa advogado do 8/1 que atacou ministros do STF

O caso aconteceu em novembro de 2016, mas a sentença só saiu em 2019. No documento, diz que Kattwinkel, que na época era vereador do município de Votuporanga, “ofendeu a integridade física de sua genitora e de sua irmã, causando-lhes lesões corporais de natureza leve”.

A decisão foi do juiz da 2ª Vara Criminal e da Infância e Juventude de Votuporanga, Maurício José Nogueira. Em sua deliberação, o juiz disse que Hery Kattwinkel já tinha maus antecedentes, por isso colocou uma pena de três meses e 15 dias de detenção.

“Deixo substituir a pena privativa de liberdade por restritiva de direitos. Faculto ao réu o direito de recorrer em liberdade”, disse o juiz.

À época, Kattwinkel se defendeu dizendo que as lesões sofridas pela mãe foram recíprocas, enquanto ele tentava defender o pai.

Com informações do Jornal A Cidade