Governo brasileiro realiza 11º voo de repatriação de brasileiros em Gaza - O Poti News

Governo brasileiro realiza 11º voo de repatriação de brasileiros em Gaza

A decolagem, inicialmente prevista para quinta-feira, aguardou autorização para atravessar a fronteira da Palestina com o Egito, segundo a Aeronáutica. Foto: Tânia Rêgo.

O 11º voo da Operação Voltando em Paz, do Governo Federal, decolou do Rio de Janeiro para resgatar brasileiros na Faixa de Gaza. A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a aeronave KC-30 partiu da Base Aérea do Galeão às 5h08 deste sábado (9), com destino ao Egito. Este voo visa repatriar 102 brasileiros e familiares interessados em retornar do território em meio a conflitos no Oriente Médio.

O transporte inclui cerca de 11 toneladas de alimentos não perecíveis, fornecidos pelo Brasil para assistência humanitária. A aeronave seguirá diretamente para o Aeroporto Internacional do Cairo, capital do Egito, em um voo com previsão de 15 horas de duração.

A decolagem, inicialmente prevista para quinta-feira, aguardou autorização para atravessar a fronteira da Palestina com o Egito, segundo a Aeronáutica.

O Ministério das Relações Exteriores, por meio do Escritório de Representação em Ramalá, identificou 102 brasileiros e familiares interessados na repatriação da Faixa de Gaza. O governo brasileiro aguarda autorização para iniciar o processo de retorno, coordenado com a Embaixada em Tel Aviv.

O primeiro grupo repatriado chegou ao Brasil em 13 de novembro, trazendo 22 brasileiros de nascimento, sete palestinos naturalizados brasileiros e três palestinos familiares próximos. O retorno ocorreu em um voo do Cairo para o Brasil.

O conflito na região iniciou em outubro, com ataques do Hamas a Israel, seguidos por uma resposta militar de Israel, resultando em vítimas, reféns e danos às infraestruturas. O governo brasileiro mantém apoio logístico e assistência aos brasileiros em Gaza, oferecendo abrigo, transporte e atendimento psicológico remoto. A operação continua em andamento devido à situação de conflito na região.

Palestina x Israel: entenda o conflito